Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

daraopedal.pt

daraopedal.pt

19
Jul11

O regresso à Freita

daraopedal

Por incrível que pareça, já há mais de um ano que não pedalava na Freita! Inadmissível!

Então lá voltei eu ao meu "playground" preferido para uma voltinha que me soube muito bem!

Comecei no planalto e segui em direcção à zona do Vidoeiro, cuja vegetação densa se distingue bastante do resto da serra.

A vista do alto do Vidoeiro, com a densa floresta aos meus pés.

A vista para Noroeste, com o parque eólico em pano de fundo.

O Marco geodésico que marca a separação do limite do concelho de Arouca do de S. Pedro do Sul.

Lá desci novamente pelos bosques.

No fundo, no início do bosque.

Dirigi-me então pelo percurso do PR15 em direcção à Portela da Anta.

Nesta zona, rasgaram recentemente um novo caminho paralelo ao já existente.

Aqui, a arouquesa estava curiosa...

... até que se fartou e virou-me o ... ;-)

O trilho está bastante modificado.

Lá cheguei à pequena ponte da Portela da Anta, atravessando o Caima e segui as marcas do GR28 em direcção a Albergaria da Serra.

Passagem junto à zona de banho de Albergaria da Serra, onde não faltava gente.

Mais uma visita ao miradouro da Mizarela. Nunca me canso desta paisagem!

Segui então pelo caminho da meia encosta, que começa na estrada entre o parque de Campismo e o Merujal.

As vistas sobre a encosta da serra.

O trilho está muito mau. As giestas estão praticamente a abafar a passagem. Em certas zonas, só baixando a cabeça e pedalando contra a vegetação.

Depois da passagem pelos viveiros da Granja, descida por Chão de Espinho e Espinho até perto do Espinheiro (parece tudo igual) e descida para Arouca.

Foram cerca de 31km e que bem que me soube!

Boas pedaladas

daraopedal

1 comentário

Comentar post