Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

daraopedal.pt

daraopedal.pt

15
Nov15

Lisboa - Fátima - Tomar [Caminho do Tejo] - Dia 2

daraopedal

2º dia e 2ª etapa do caminho.

Com partida de Santarém e chegada prevista a Fátima. Sabia que a travessia da Serra de Minde (integrada no Parque da Serra de Aires e Candeeiro) ia ser dura, especialmente com o calor que se fazia sentir, por isso abandonei cedo Santarém para tentar chegar o mais cedo possível a Fátima.

Fatima_Tomar_062.JPG

Passagem sobre a A1.

Fatima_Tomar_063.JPG

Vista sobre os campos em redor de Santarém.

Fatima_Tomar_064.JPG

O trilho segue em direção a Azóia de Baixo por uma estrada agradável.

Fatima_Tomar_065.JPG

Alterna por caminho rurais, num sobe e desce frequente.

Fatima_Tomar_066.JPG

Este é o caminho.

Fatima_Tomar_067.JPG

E foi a subir até aos moinhos de Chã de cima.

Fatima_Tomar_068.JPG

O moinho e o marco geodésico.

Fatima_Tomar_069.JPG

A "precious" carregada.

Fatima_Tomar_070.JPG

A próxima paragem era em Olhos de Água.

Fatima_Tomar_071.JPG

Mais um marco com uma curiosa representação de um peregrino.

Fatima_Tomar_072.JPG

Chegada ao parque da nascente do rio Alviela.

Fatima_Tomar_073.JPG

Vista sobre a nascente do Alviela, um rio que foi aproveitado desde 1880 para abastecer a cidade de Lisboa.

Fatima_Tomar_074.JPG

No local existe o Carsoscópio - um centro ciência viva - onde podemos ficar a conhecer a riqueza da zona do ponto de vista geológico e natural.

Fatima_Tomar_075.JPG

Foi altura de uma pausa bem merecida onde deu para molhar o pézinho e descansar um pouco, pois, a julgar pela altimetria dos trilhos que tinha encontrado na net, a parte complicada ia começar a partir daqui.

Fatima_Tomar_076.JPG

Muitos sinais para um só local.

Fatima_Tomar_077.JPG

Um curioso painel em azulejo ao longo do caminho.

Fatima_Tomar_078.JPG

Entrada na zona do Parque natural da Serra de Aire e Candeeiros.

Fatima_Tomar_079.JPG

A chegada a este cruzamento fez-se com bastante calor, felizmente encontrei uma pessoa pela aldeia vizinha de Covão do Feto, a quem pedi para encher as minhas reservas de água. Foi essencial para conseguir subir a serra até ao miradouro sobre Minde.

Fatima_Tomar_080.JPG

Nesta zona existe dois trilhos diferenciados para peregrinos a pé e peregrinos de bicicleta.

Fatima_Tomar_081.JPG

Convém não cair no erro de seguir pelo primeiro trilho que aparece, pois esse é apenas para fazer a pé.

Fatima_Tomar_082.JPG

Este é o trilho por onde se pode seguir de bicicleta e até este é complicado, nem quero imaginar como será aventurar-se de bicicleta pelo outro.

Fatima_Tomar_083.JPG

As marcações não enganam: de BTT é por aqui!

Fatima_Tomar_084.JPG

Aspeto do trilho e da subida até ao alto da serra.

Fatima_Tomar_085.JPG

A vista para o que tinha ficado para trás, uma paisagem muito bela mas muito dura.

Fatima_Tomar_086.JPG

Single track

Fatima_Tomar_087.JPG

Chegada ao miradouro do alto da Serra de Stº António a partir de onde se tem uma vista fantástica sobre Minde. Estava tanto calor que não havia sinal do mar/polje de Minde  (gogglem, vale a pena), e que tive de aproveitar a sombra do painel para recuperar do calor. Foi aí que reparei também numas carraças que estavam ali a encaminhar-se para as minhas pernas. Tive de sair dali, não sem antes verificar bem as pernas por sinais de carraças.

Fatima_Tomar_088.JPG

Vista sobre Minde.

Fatima_Tomar_089.JPG

A autoestrada A1 rasga a serra junto a Minde.

Fatima_Tomar_090.JPG

A zona coberta de verde é a do polje que fica coberto de água em alturas de grande pluviosidade, formando assim o mar de Minde. Depois de descer à vila, aproveitei para recuperar do calor e do cansaço num restaurante local. As forças já faltavam e era preciso acabar o percurso do dia.

Fatima_Tomar_091.JPG

A saída de Minde também não foi nada fácil, pois estando no fundo de um vale é preciso subir para seguir caminho.

Fatima_Tomar_092.JPG

O calcário está em todo o lado.

Fatima_Tomar_093.JPG

Covão do Coelho, um local deixou um sinal bem claro para quem tem dúvidas. Deve ter-se fartado estar sempre a responder à mesma pergunta.

Fatima_Tomar_094.JPG

Um curioso marco natural onde as pessoas iam deixando as suas mariolas.

Fatima_Tomar_095.JPG

A paisagem em redor onde as eólicas predominam.

Fatima_Tomar_096.JPG

Mais um marco particular com a imagem da basílica de Fátima.

Fatima_Tomar_097.JPG

O primeiro avistamento da torre da basílica de Fátima.

Fatima_Tomar_098.JPG

À entrada do recinto, junto à Basílica da Santíssima Trindade.

Fatima_Tomar_099.JPG

A vista para o santuário e a capelinha das aparições.

Fatima_Tomar_100.JPG

Os dados no final do dia 2 somando aos do dia anterior. Era tempo de descansar num local ali ao lado pronto a acolher os peregrinos - Fatima Lounge Guesthouse.

 

caminho_fatima.jpg

Clica na imagem para a 3ª etapa