Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

daraopedal.pt

daraopedal.pt

02
Jul07

Nocturno de S. Bartolomeu de Messines - Extremosul

daraopedal

Um passeio nocturno organizado pelo grupo Extremosul em S. Bartolomeu de Messines foi a última aventura. Com a chegada do verão é bastante penoso praticar BTT durante o dia. É por isso a época de excelência dos passeios nocturnos . As noites estão agradáveis e se lhe juntarmos um ingrediente especial (a lua cheia), a diversão e a beleza estão reunidas para um sucesso.

 

Foi o que aconteceu desta vez para várias dezenas de betetistas . Confesso que nunca pensei encontrar tanta gente num nocturno , mas a verdade é que o Algarve está repleto de gente que gosta de "dar ao pedal". O ponto de encontro foi a junta de freguesia local e a partida (foi o único ponto negativo) atrasou-se cerca de meia hora!

A largada do pessoal já impaciente para pedalar!

As fotos não estão nada de especial porque foram (obviamente) tiradas de noite, sem recurso a tripé e utilizando o menos possível o flash. Algumas, como esta, até ficam com efeitos engraçados.

A travessia da linha de ferro.

Uma das pausas para juntar o pessoal.

A lua cheia no céu escuro dos arredores da barragem do Funcho. Os nocturnos têm diversos factores especiais: além da falta de luz (claro) são passeios onde acabámos por sentir a adrenalina a pulsar dentro de nós sempre que aparece uma descida e que acabámos por acelerar um pouco mais. Apesar de não ter ultrapassado os 40 km/h de velocidade máxima no passeio, houve momentos em que parecia que ia a 60! O facto de não vermos bem o terreno também faz que todo e qualquer betetista fique ultra temerário! Não tem medo de nada! Venham as pedras, os buracos, etc... Tudo! ... que, não se vê, logo ninguém se assusta! :-) O pior são as quedas, e neste passeio, houve várias. Felizmente acho que foram todas sem grande gravidade e toda a gente pôde continuar.

O encanto principal fica contudo na observação (quando o ritmo do resto do grupo o permite) do ambiente nocturno: dos sons, dos cheiros, das sombras. Muito bom mesmo!

Muito escuro!

 

Com flash, só se vê o material reflector dos equipamentos.

Foi curioso observar os diferentes tipo de luzes que o pessoal trouxe para o passeio. Desde altos equipamentos com baterias colocados no porta-bidão  ao mais foleiro material da loja chinesa da esquina preso ao guiador por fita adesiva!

No final do percurso, uma passagem junto à linha de comboio e por baixo de uma pontes metálicas, com direito ainda a travessia de rio.

A travessia de um rio estrondoso!!

Vá lá... um riozito ... um ribeiro... um riacho..

Pronto, um charco!

Ok, três gotinhas!

Se se aproximarem o suficiente do ecrã, pode ser que consigam ver a ponte metálica e a passagem inferior. Uma passagem super divertida.

No final, houve direito a bolos caseiros, sandochas e bebidas.

A organização foi muito boa. Tiveram especial cuidado com as dificuldades inerentes aos passeios nocturnos como por exemplo os furos, que obrigam a ficar para trás do grupo. Havia sempre alguém da organização para ajudar. Também eu acabei por furar e fui ajudado pelo líder do grupo Extremosul . Mais uma vez obrigado pela ajuda.

Já agora, se alguém tiver o track GPS do percurso gostava que mo enviasse porque gostaria de voltar a fazer tudo isso de dia.

22
Mai07

BTT - Sb Messines - Barragem do Funcho

daraopedal

Como forma de divulgar as potencialidades da futura Via algarviana , foram organizadas pela associação Almargem, uma série de actividades na zona da Barragem do Funcho, próximo de S. Bartolomeu de Messines. As actividades foram um percurso pedestre, um trajecto de BTT e uma actividade de canoagem na barragem. 

O ponto de encontro foi a Igreja de SB MEssines .

 

A actividade que escolhi foi, obviamente, o percurso de BTT .

O percurso passa junto à linha de comboio do Algarve.

O caminho é tecnicamente fácil e sem grandes dificuldades físicas.

Passagem num túnel debaixo da linha de comboio.

Subida até à ermida de Sant'Ana .

A Ermida de Sant'Ana . Muito moderna! Até tem acumulador solar! :-)

A vista da zona da capela sobre o rio Arade .

Pedalando em direcção à barragem.

A barragem é logo ali.

Passagem técnica junto à água.

Aspecto da barragem

Aspecto da barragem

Uma pequena paragem antes de atravessar a ponte para reagrupar o pessoal. O passeio foi guiado pelo pessoal da ExtremoSul que foram impecáveis e respeitaram o ritmo de toda a gente. Acho que foi aquilo que pela 1ª vez se pode realmente chamar um "passeio BTT ".

Passagem pela ponte.

Seguindo um dos braços da barragem. Na margem, uma antiga escola primária, agora alagada pelas águas da barragem.

A dita escola. A imagem deixa um misto de curiosidade e tristeza no ar, por ver algo que deixou de ser..

Uma pequena descida muito rápida.

Chegada à barragem propriamente dito. Como o pessoal da caminhada ainda não tinha chegado ao ponto de encontro, optou-se por regressar a Messines para recuperar os carros e regressar por estrada.

Passagem pelas margens do Arade .

Uma "falha geológica" impediu o pessoal de passar a pedalar :-)

Passagem por uma ponte metálica debaixo da ponte do comboio, só faltou mesmo o comboio passar nessa hora.

 

Travessia do rio: alguns pedalaram, outros foram à mão.

Pelos campos e pelas vinhas.

Os campos estavam cheios de flores.

Outra passagem por uma ribeira e por uma ponte. A travessia era mais fácil.

Algumas travessias foram em grande estilo!

Os campos coloridos pelas flores.

Um single track muito engraçado já perto do final.

Regresso ao ponto de passagem do início: a linha de comboio. Muito pessoal estava estranhamente a olhar para as pernas e a queixar-se. Quando perguntei de que se tratava disseram-me: "caraças"!!! Olhei para as minhas pernas e também lá andavam três ou quatro! Que nojo! Esse parasita, além de nojento quando está encharcado em sangue do hospedeiro, é também muito perigoso devido à febre da caraça. (Para já está tudo bem não tou ). Depois chegámos a Messines e regressámos à barragem para as outras actividades.

De tarde, o passeio de canoa pela barragem foi agradável e a água estava um caldinho. Sem dúvida uma grande actividade organizada pela Almargem. Parabéns.

A ficha de altimetria .

O percurso (a azul)

Instagram

Sigam-me

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2007
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2006
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

whosamongus